Toma marcou o gol da vitória no primeiro jogo da final, quinta-feira
Toma marcou o gol da vitória no primeiro jogo da final, quinta-feira

 

Thiago Oliveira
Tubarão
 
O gol de Tom deixou o Hercílio Luz com a vantagem de jogar por um empate no jogo decisivo da final do turno da Divisão Especial do Campeonato Catarinense. Mas ele não se considera herói. Humilde, o lateral de 23 anos, emprestado pelo Brusque ao Leão, prefere exaltar o empenho dos companheiros e a vontade de querer vencer como os responsáveis pelo triunfo na noite de quinta-feira, no Estádio Anibal Costa.
 
“Eu tive a felicidade de fazer o gol, mas, se isso aconteceu, foi graças aos meus companheiros, que fizeram o máximo dentro de campo. O grupo todo está de parabéns”, declara o jogador, que espera um jogo complicado domingo, em Ibirama.
Segundo Tom, o segredo para voltar para Tubarão com a vitória, e o título do turno, é claro, é jogar fechado. “Temos que procurar o contra-ataque, já que do meio para frente o nosso time é muito rápido. E a nossa bola parada também é um detalhe que pode definir”, analisa.
 
O jogador admite o cansaço com a rotina de dois jogos por semana, e o desgaste físico que proporcionam. Mesmo assim, garante: “Final é final. Não tem cansaço, não tem dor, não tem nada”. 
Ontem, apenas os jogadores que não atuaram contra o Atlético de Ibirama fizeram um treino físico. O elenco completo reapresenta-se ao clube hoje, para treinar em dois turnos.
A partida de domingo, em Ibirama, no Estádio Hermann Aichinger, começa às 15h30min.
 
Árbiatro da final será sorteado hoje
Ficou para a tarde de hoje, a partir das 15h30min, o sorteio da arbitragem que irá apitar o jogo decisivo entre Hercílio Luz e Atlético de Ibirama, no domingo.
O sorteio, que deveria ter ocorrido ontem, foi adiado em função da rodada da Divisão de Acesso.
A arbitragem é uma das preocupações do Leão para o jogo. Na primeira partida da final, a atuação de Ronan Marques da Rosa foi bastante criticada pelos jogadores do Leão do Sul.
 
Mazinho é apresentado no Peixe
O Atlético Tubarão apresentou, na manhã de ontem, o meia Mazinho, jogador que começou a carreira nas categorias de base do Tubarão.
Mazinho é canhoto e, segundo o treinador Fernando Lessa, joga como um quarto homem de meio campo, quase um atacante. Ele já treinou com a equipe e pode fazer parte do time que irá enfrentar a Juventus na próxima quarta-feira.
O jogador, de 26 anos, também passou pela Chapecoense, Figueirense, Grêmio Maringá, Sport, Noroeste, Juventus, Veranópolis, Brusque, Louletano, Concórdia e Salgueiro.