Os dirigentes do Criciúma ainda acreditam ser possível subir à Série A.
Os dirigentes do Criciúma ainda acreditam ser possível subir à Série A.

Criciúma

Campeão de 1991, o Criciúma não entrará na Copa do Brasil de 2012 apenas para participar. Esta ao menos é a meta do presidente Antenor Angeloni, que já admitiu aos diretores que planeja investir para a temporada de retorno do tricolor à disputa nacional. “Estamos entre os que entram com interesse real de ganhá-la”, avisa o superintendente de futebol Homero Santarelli.

Um investimento para a Copa do Brasil poderá ser a contratação de dois ou três jogadores pensando na disputa, que começa em 7 de março e estende-se até 25 de julho. “Mas tudo dependerá do início da temporada, do rendimento no Campeonato Catarinense”, admite Santarelli.
A CBF ainda não divulgou a tabela da Copa do Brasil. Além do Tigre, vice-campeão estadual, a Chapecoense, campeã de 2011, também está garantida na competição. A última participação do Criciúma na Copa do Brasil foi em 2009, quando foi eliminado na segunda fase, pelo Náutico.

Cálculos para subir
O empate de 1 a 1 diante da Portuguesa, terça-feira, não tirou o ânimo dos dirigentes do Criciúma. O entendimento é que o acesso à Série A pode ser conquistado com quatro vitórias nos jogos que nos restam, com um total de 62 pontos. “Ainda haverá possibilidade, mas dependeremos dos adversários”, analisa o superintendente de futebol Homero Santarelli.

* Do site www.engeplus.com.br