Ozeia e André Gava disputam a bola em treino do Tigre  -  Foto:Fernando Ribeiro/Criciúma E.C./Notisul
Ozeia e André Gava disputam a bola em treino do Tigre - Foto:Fernando Ribeiro/Criciúma E.C./Notisul

 

Joinville
 
Para tentar manter o bom momento, o Criciúma tem mais um duelo importante no Campeonato Catarinense. Neste domingo, às 16 horas, o Tigre joga contra o Joinville, na casa do adversário. A partida é válida pela sétima rodada do returno do estadual.
 
A vitória em cima do Figueirense deixou o Criciúma em boa situação no Catarinense. Os criciumenses lideram o returno, com 15 pontos. O Figueirense, o segundo, e o Joinville, o terceiro, estão com 13 pontos cada. O Tigre pode continuar no topo mesmo em caso de empate, desde que o time da capital vença por no máximo um gol de diferença.  
 
No retrospecto, Criciúma e Joinville jogaram 169 vezes. Foram 56 vitórias para cada lado e 57 empates. O Tigre fez 198 gols e sofreu 200. Para esse confronto, o técnico Sílvio Criciúma terá apenas um desfalque. O atacante Zé Carlos levou o terceiro cartão amarelo na vitória contra o Figueirense e terá que cumprir suspensão automática.
 
O Tigre vem de uma boa vitória e o Joinville de uma derrota. Apesar de estar em melhor fase, Sílvio Criciúma descarta o favoritismo. “Dentro de campo é tudo igual. Vamos tentar tirar proveito do nosso atual momento. Estávamos muito atrás.
 
Com exceção do Figueirense, que está seis pontos à frente, o restante está próximo. Jogaremos contra um concorrente direto”, afirma o técnico do Tigre.