Tigre espera não sofrer gols neste primeiro jogo   -  Foto:Fernando Ribeiro/Cricúma E.C/Notisul
Tigre espera não sofrer gols neste primeiro jogo - Foto:Fernando Ribeiro/Cricúma E.C/Notisul

 

Criciúma
 
Após eliminar o Madureira (RJ) em apenas uma partida, o Criciúma entra na segunda fase da Copa do Brasil contra uma equipe de tradição do futebol brasileiro. O Tigre joga nesta quinta-feira, às 19h30min, contra o Atlético Paranaense, no Estádio Heriberto Hülse. O jogo de volta está programado para ocorrer na quinta-feira da próxima semana, às 19h30min, em Curitiba.
 
O Criciúma vem de uma boa sequência de jogos. Nos últimos seis jogos foram cinco vitórias e uma derrota. O Tigre continua firme na luta por uma das vagas restantes para a semifinal do Campeonato Catarinense. Depende somente das próprias forças para ficar entre os quatro melhores do estado.
 
Para a partida pela Copa do Brasil nesta quinta-feira, o técnico Sílvio Criciúma terá um desfalque. O meia André Gava sofreu um corte na perna e está fora. Desta forma, Lucca passará para o meio campo para fazer a ligação para o ataque. Além de Zé Carlos, o outro atacante será Gilmar, que fará a estreia com a camisa do Tigre.
 
Na Copa do Brasil, o gol fora de casa tem um peso maior. Por conta disso, Sílvio Criciúma quer a atenção da equipe. “Temos que ter atenção para não tomar gol. Vai ser um jogo difícil. Qualquer erro pode definir a eliminação em ambas as competições”, afirma o treinador.
 
No retrospecto entre os dois times, o Criciúma leva vantagem. Em 19 jogos, foram nove vitórias criciumenses, quatro do Atlético Paranaense e seis empates. O Tigre marcou 30 gols e levou 22.