#Pracegover Foto: na imagem há atletas em festa e uma taça
#Pracegover Foto: na imagem há atletas em festa e uma taça

Durante sete dias, a cidade de Tubarão foi o centro do futsal brasileiro. Receber a 46ª Taça Brasil Sicredi de Futsal, na Arena Estener Soratto da Silva, foi um dos grandes projetos concluídos neste fim de semana da gestão Joares Ponticelli e Caio Tokarski. A disputa foi uma realização da Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS), em parceria com a Prefeitura de Tubarão e empresas privadas. “É uma alegria muito grande terminar essa competição”, destaca Caio, que acompanhou, de perto, toda a disputa, do cerimonial de abertura à entrega do troféu.

A competição ocorreu na última semana, entre o dia 14 e o último sábado (20) e teve todas as partidas transmitidas pela TVNSports, atingindo mais de 30 mil pessoas, através da internet. A grande final foi ainda transmitida pela Band Sports. Quem dividiu sentimentos com o fim do torneio foi o prefeito Joares. “Foi um desafio, em meio à pandemia, mas cumprimos todas as regras sanitárias. Fico um pouco triste, pois em tempos normais essa arena estaria cheia. Mas com certeza feliz por mais uma possibilidade que a Arena nos proporciona”, ressalta, relembrando as diversas potencialidades que o complexo esportivo tem.

Potencial bem observado pelo governador Carlos Moisés, que, antes de participar da entrega das medalhas da Taça Brasil, visitou cada perímetro da Arena. “É uma estrutura que o Governo do Estado investiu em conjunto com o município. Ela é completa e pode acolher uma variedade de eventos”, reforça Moisés. Por ter um piso desmontável, o local já recebeu campeonatos de karatê, judô, Intermed, e até o Torneio Crossfit Brasil, como o treinamento de operação do Corpo de Bombeiros, shows, encontros religiosos, apresentações teatrais, etc.

O tricampeão

O Minas Tênis Clube, de Belo Horizonte, Minas Gerais, foi o campeão da Taça Brasil. A tradicional equipe conquistou o título na manhã de sábado (20), ao vencer o Foz Cataratas, de Foz do Iguaçu, Paraná, por 4 a 2, em uma decisão emocionante. O fixo Gabriel Ferro, autor do primeiro gol da partida, afirma que a sensação de escrever o nome na história minastenista é indescritível. “O que estou sentindo com a conquista deste título é maravilhoso. Nós trabalhamos e lutamos muito para alcançar nosso objetivo”, afirma o atleta.

O Minas disputou a primeira fase no grupo A. Estreou vencendo a AABB por 4 a 1, empatou em 0 a 0 com o time da casa, o Tubarão Futsal, e passou pela ARUC por 7 a 0. Nas quartas-de-final eliminou o Unidos do Alvorada por 5 a 0 e, na semifinal, empatou com o Tubarão em 1 a 1, no tempo normal, e venceu na prorrogação pelo placar de 1 a 0. É a terceira vez que o Minas leva a melhor na disputa nacional: a primeira havia sido em 2002, em Carlos Barbosa, Rio Grande do Sul; a segunda, em 2012, em Joinville, Norte de Santa Catarina.

Emocionado, o técnico Peri Fuentes destacou a importância do feito com a jovem equipe. “Começar a temporada com um título desta envergadura e de tanta tradição é excelente, então só tenho que parabenizar a todos”, comenta o treinador. Com o título, o Minas garantiu acesso para a Supercopa Magnus e, após as comemorações, voltará às atenções para o próximo desafio que será disputado entre esta quinta-feira (25) e domingo (28), em Sorocaba, São Paulo.

Homenagem

Antes do início da partida, foi prestada uma homenagem ao jornalista Jean Cardoso Júnior, de Tubarão, falecido na véspera. Jean tinha 27 anos e sofria de bronquiolite obliterante, uma doença rara que acometeu seu pulmão. Já havia feito um transplante pulmonar e estava na fila de espera para um novo transplante. Trabalhou nas rádios Santa Catarina e Bandeirantes e na Unisul TV.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul