Laguna

O domingo foi de sol forte, céu azul e boas ondas com vento terral para fechar com chave de ouro a estreia do South to South Santa Marta Pro e da cidade de Laguna no calendário do Circuito Mundial de Surfe Profissional. A Praia do Cardoso ficou lotada ontem, último dia da etapa inédita do ASP World Star.

O paulista Junior Faria, 23 anos, não deu qualquer chance para o catarinense Pedro Norberto na final de poucas ondas surfadas. Ele faturou o prêmio máximo de US$ 16 mil e dois mil pontos no ranking mundial da ASP e no sul-americano da ASP South America. Uma outra etapa também valendo para os dois circuitos começa amanhã em São Sebastião (SP).

Os dois finalistas nunca haviam vencido um evento internacional. Junior Faria fez uma final no ano passado em uma prova no México, sem tanto valor como o South to South Santa Marta Pro de nível 5 estrelas, que dividiu um total de US$ 120 mil entre os 96 melhores surfistas do campeonato. Pelo vice-campeonato, Pedro Norberto, 28 anos, levou US$ 9 mil, e os semifinalistas Caio Ibelli e Hizunomê Bettero US$ 4,5 mil cada pelo terceiro lugar no Cabo de Santa Marta.