Laguna

O ventou forte de ontem e o mar praticamente parado em todas as praias da região do Farol de Santa Marta, em Laguna, interferiram no planejamento dos organizadores do Campeonato Internacional South to South Santa Marta Pro, etapa do WQS. A competição iniciou terça-feira, na praia do Cardoso, mas ontem, devido às baixas ondas, a vizinha praia da Cigana recebeu os surfistas.

O objetivo era realizar as oito últimas baterias da segunda fase, mas só rolaram duas por causa do vento nordeste.
O prazo segue até domingo e uma nova chamada foi marcada para as 7h30min de hoje. A disputa vale R$ 25 mil e dois mil pontos no circuito WQS. Já ocorreram 26 baterias até agora.

“Temos toda a estrutura móvel para ir atrás das ondas, mas a condição hoje (ontem) estava muito ruim em qualquer praia aqui com este vento. Espero que amanhã (hoje) as condições melhorem”, declara o diretor de prova, Mark Puls, que é o dono da palavra final nas reuniões da comissão técnica.

O paulista David do Carmo até chegou perto dos recordes do South to South Santa Marta Pro no segundo e último confronto de ontem. Ele conseguiu achar boas ondas na Praia da Cigana para receber três notas na casa dos 7 pontos e uma nota 9 na última para totalizar 16,67 pontos e classificar-se.