Imbituba

Depois de perder a etapa do ASP World Tour (ex-WCT Brasil) para o Rio de Janeiro, Imbituba volta ao cenário do surfe internacional como sede de um evento do WQS, com premiação de US$ 250 mil. A confirmação foi feita pelo presidente da Fecasurf, Fred Leite.

A data do Supersurf Internacional Prime ainda não está confirmada, mas a ASP South América tenta programar o evento para logo após a etapa do World Tour no Brasil, que será realizada no Rio de Janeiro em 2011. O objetivo também é conciliar com a data de outro evento no estado, o Florianópolis Pro Surfing, marcado para junho, na capital, e válido pelo WQS, com status 6 estrelas, no masculino e feminino.

“Santa Catarina é hoje uma referência neste esporte e como já prevíamos a saída do WCT do estado, buscamos planejar a realização de mais um grande evento no município. Como a cidade sediou durante oito anos o WCT Brasil, tínhamos todas as características necessárias”, destaca Fred.

Como se trata de um evento com status Prime, é possível que o campeonato tenha a presença de integrantes da elite do surfe mundial que estarão em busca de pontos importantes para o ranking unificado da Associação dos Surfistas Profissionais (ASP).

Potencial
O status Prime é concedido pela ASP para eventos em locais com ondas de potencial reconhecido. É o caso da Praia da Vila, famosa pelo tamanho das ondas e entrada de grandes ondulações, que, combinadas com o vento nordeste, podem oferecer ótimas condições de surfe.