O time treinou durante toda a semana para o jogo decisivo
O time treinou durante toda a semana para o jogo decisivo

 

Thiago Oliveira
Tubarão
 
Chegou o dia mais importante do ano para o Peixe. Para conseguir a vaga na elite do futebol catarinense, o time ainda precisa passar pelas finais do returno da Divisão Especial e, antes, vai encarar outra decisão. Só a vitória interessa na partida deste sábado, contra o Porto, em União da Vitória (PR), a partir das 16 horas.
 
Para tentar diminuir o desgaste, a delegação do Atlético Tubarão viajou para o local do jogo nesta sexta-feira, e realizou lá o último treino antes da partida.
 
A necessidade de vencer não preocupa o técnico Fernando Lessa. “Depender de um empate poderia fazer com que nos acomodássemos. Nós vamos com um ímpeto a mais, vontade a mais, por saber que precisamos do resultado. Estou confiante que vamos voltar com um grande resultado e a classificação”, prevê Lessa.
 
O atacante Vanderlei, autor de três gols contra o Joaçaba, passou em branco por várias rodadas, e agora diz estar 100% para o jogo decisivo. “Eu fiquei 90 dias parado quando saí do Botafogo (DF). Vim para Tubarão e comecei a treinar. Aos poucos, fui adquirindo condições. Hoje, eu me sinto em plenas condições de jogar e ajudar o Atlético”, afirmou o atacante.
 
Lessa, que poderá contar com a equipe completa contra o Porto, espera muitas dificuldades na partida deste sábado. “Viagem é longa, o campo é ruim, e o Porto é uma equipe que briga por vaga, mas nós vamos redobrar a nossa motivação, porque, com todo respeito, quem tem que entrar no quadrangular e brigar pelo returno, somos nós”.