Tubarão

Modalidade do projeto Escolinhas Sociais da Fundação Municipal de Esporte (FME), lançado no mês passado, a escolinha de skate já conta com um grupo de sete alunos. As aulas ocorrem às terças e quintas-feiras e os novatos começam a se divertir e curtir a prática do esporte com movimentações básicas.

As aulas de skate são conduzidas pelo professor de Educação Física Elias Eleodoro, 30 anos, praticante do skate há quase 20 anos. Na terça-feira a aula acontece na pista Plaza, em frente à Arena Multiuso, e na quinta-feira na pista Comasa, ao lado do Centro Social Urbano do bairro Passagem. O horário é das 13 às 17 horas.

Segundo Elias, como as bibliografias disponíveis ou metodologia de Ensino para lecionar o esporte ainda são escassas, as aulas têm como base a própria experiência de vida do professor. “O primeiro passo é ensinar o aluno a se equilibrar sobre o skate. Depois disso é colocar o skate em movimento, mas tudo dentro dos limites básicos. Muitos garotos querem logo aprender e fazer manobras, mas para chegar nesse estágio é necessário dominar bem o equilíbrio e movimentação simples”, explica.

Os alunos da escolinha têm entre 7 e 15 anos. Como nessa fase inicial as orientações são apenas de equilíbrio e movimentação, o material básico das aulas é o próprio skate e um calçado mais adequado à prática do esporte, não sendo necessários equipamentos de segurança como capacete e cotoveleiras.

Crianças e adolescentes interessados em participar da escolinha social de skate podem procurar a Fundação Municipal de Esporte, na Arena Multiuso, para fazer a matrícula.