A goleada por 4 a 0 sofrida para o Avaí, domingo, abalou as estruturas do time da Amurel
A goleada por 4 a 0 sofrida para o Avaí, domingo, abalou as estruturas do time da Amurel

 

Cleber Latrônico
Imbituba
 
A goleada de 4 a 0 sofrida para o Avaí domingo acendeu o sinal de alerta no Ninho da Águia. Não pelo fato de perder, já que o oponente era o atual bicampeão catarinense, mas sim pelo futebol apresentado. A equipe entrou apática em campo e foi goleada em seus domínios. 
 
É bem verdade que o técnico Müller não pôde contar com três jogadores importantes para seu esquema tático. Matias e Vitor Hugo no sistema defensivo e Mateus no meio. Os três não puderam atuar por pertencerem ao Avaí, respeitando cláusulas contratuais.
 
A Águia agora vê a sonhada classificação mais longe. E volta as atenções para a missão de não ser rebaixada. Para isso, tentará a recuperação, amanhã, às 19h30min, contra o Criciúma, no Heriberto Hülse. O treinador terá todos os jogadores à disposição.
 
O grupo treinou ontem à tarde e hoje também trabalha em apenas um período. Um ponto favorável ao time da Amurel é o fato de ainda ter pela frente três partidas em casa, duas contra adversários diretos na luta contra o descenso. 
 
O Imbituba recebe o Brusque neste domingo e o Metropolitano no dia 3. Ambos os jogos são fundamentais para as pretensões imbitubenses no campeonato. Brusque e Metropolitano somam 14 pontos na classificação geral, um a mais que o Imbituba.