O evento ocorrerá em toda Santa Catarina. A expectativa é que muitos aproveitem a iniciativa

Florianópolis

Para incentivar o uso de um meio de transporte ativo e sustentável, o Sesc em Santa Catarina realiza, pelo oitavo ano consecutivo, o ‘Dia do Pedal’, no feriado de 1º de maio. A proposta visa fortalecer a ideia do lazer ativo ao ar livre e da prática de atividade física lúdica, além de reforçar a sugestão de aliar eventos e espaços para a prática do skate, patins, patinete e similares na programação paralela do evento, em todas as regiões do Estado, na data que celebra o dia do trabalhador.
As inscrições para o passeio são gratuitas e podem ser feitas um pouco antes da largada, nos locais de realização. Os primeiros inscritos, com qualquer meio de transporte não motorizado sobre rodas, ganham camiseta e pulseira de identificação, para sorteio de brindes. O evento já mobilizou mais de cem mil pessoas e está consolidado como uma das principais ações no Estado. As programações em cada cidade podem ser consultadas em: http://ww2.sesc-sc.com.br/evento/736/null.
Queremos inspirar as pessoas a experimentarem esse mundo sobre rodas. Mesmo sem uma estrutura ideal, quem fez opção pelo mundo sobre elas, atesta que deixar o carro em casa e passar a usar a bicicleta é uma das atitudes mais gratificantes que se pode tomar. Melhora a saúde, o meio ambiente, economiza dinheiro e contribui para desafogar o trânsito. Além de ser uma prazerosa forma de lazer, andar de bicicleta é uma das maneiras mais eficientes de se deslocar.
“Será um dia de lazer ativo e educativo, em que vamos oferecer aos comerciários e à sociedade atividades para promoção de qualidade de vida e uma excelente oportunidade para conhecer a cidade por um ângulo diferente”, salienta o diretor regional do Sesc em Santa Catarina. Roberto Anastácio Martins, Além do passeio sobre rodas, serão realizadas atividades para todas as idades, abrangendo serviços de Lazer, Cultura, Saúde e Educação do Sesc.
Os participantes podem contribuir com 1 quilo de alimento não perecível, auxiliando o projeto Mesa Brasil Sesc, que combate a fome e o desperdício de alimento por meio da redistribuição.