Marco Antonio Mendes
Tubarão

O próximo compromisso do Atlético Tubarão será neste domingo. O confronto contra o Brusque está previsto para ocorrer no estádio Augusto Bauer, às 16 horas. O time do Vale do Itajaí, apesar de já estar rebaixado na tabela de classificação do Campeonato Catarinense da Divisão Principal, não deve dar chances ao Peixe. É uma conclusão lógica: quem entra em campo quer ganhar. Além disso, o Brusque não pretende terminar o campeonato na lanterna.

Para piorar a situação, o adversário do Atlético ainda perdeu o mando de campo, mas entrou com recurso para mudar a decisão. Caso não consiga, o jogo será realizado em Camboriú.
O Brusque está em último lugar na tabela geral e no returno. Ao todo, são 13 pontos e apenas cinco referentes à segunda fase do Estadual. Já o Tubarão, está na sétima posição do returno, com 12 pontos, e em décimo na classificação geral, com 18.

Para escapar do rebaixamento, o Peixe precisa vencer as duas últimas partidas. No outro domingo, jogará contra o Guarani, que está em nono lugar e joga este fim de semana contra o Criciúma. A partir de agora, será tudo uma questão de matemática.
Se o Tubarão empatar com o Brusque, é necessário o Guarani ter saído do jogo com a vitória do adversário. Mas se o clube de Palhoça vencer, o time tubaronense está automaticamente fora. Ou seja, o Atlético não precisa apenas jogar, mas torcer para que os resultados dos outros jogos estejam a seu favor.

Folha salarial
Uma reunião entre representantes da diretoria do Peixe e de jogadores definiu que os salários atrasados serão pagos hoje. No começo desta semana, o clima ficou tenso dentro do clube. Os dirigentes haviam dito que, após o sorteio do bingo, a folha salarial seria colocada em dia e a falta de comunicação sobre o assunto entre as partes irritou os atletas e funcionários.