Rafael Ramos, lateral direito do Corinthians, foi preso em flagrante, neste sábado (14), depois de ser acusado de praticar racismo contra Edenilson, do Internacional. O jogador foi autuado e foi detido no posto policial do estádio Beira-Rio, palco do jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Logo depois da 0h, o Corinthians fez o pagamento da fiança, em espécie, e o atleta responderá em liberdade. O valor da fiança foi de R$ 10 mil.

Aos 27 anos, Rafael Ramos chegou ao Corinthians neste ano. Ao UOL Esporte, o delegado Carlo Butarelli, da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, confirmou a detenção do jogador.

De acordo com a Polícia Civil, a prisão em flagrante ocorreu depois da queixa de Edenilson e do relato em súmula. O documento oficial da partida registrou a acusação de Edenilson e detalhou a conversa entre os jogadores durante os cinco minutos de paralisação do jogo.

Dois agentes da polícia ingressaram no setor de vestiários do Beira-Rio logo depois da partida. O depoimento de Edenilson, no entanto, ocorreu mais de uma hora depois do apito final. Nas redes sociais, o camisa 8 do Inter revelou que procurou Rafael Ramos para ouvir um pedido de desculpas, mas escutou negativa por parte do português e, aí, decidiu registrar Boletim de Ocorrência. Ainda de acordo com a polícia, com pagamento de fiança o jogador responderá pelo inquérito em liberdade.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: UOL