A parceria foi muito importante para os alunos não ficarem sem aulas  -  Foto:Fogaça Comunicação
A parceria foi muito importante para os alunos não ficarem sem aulas - Foto:Fogaça Comunicação

Tubarão

Após o vendaval que destruiu milhares de casas e empresas na Cidade Azul, a cada dia novas histórias surgem e mostram que os tubaronenses têm um poder de superação incrível, além de serem conhecidos pelo caráter solidário. Um dos que tiveram sua empresa totalmente destruída foi o professor Cristiano Giongo, da Academia Neofit. 

Várias modalidades de lutas eram praticadas no galpão, que tinha ainda em sua estrutura um octógono, um ringue de boxe, um tatame oficial de luta olímpica e equipamentos de musculação. Um dia depois do desastre, os proprietários da academia procuravam uma solução rápida para dar continuidade às aulas, enquanto viabilizavam a reestruturação do espaço. 

Foi então que um de seus alunos apresentou uma possível solução. O professor João Felipe, sócio-proprietário da Core Sports, treina jiu-jitsu há pouco tempo na academia de Cristiano e resolveu ajudar. “Vi que a situação era grave e eles precisavam de ajuda. Conversei com o meu sócio e como temos dentro do nosso estúdio um espaço que servia apenas como depósito, fizemos contato com o Cristiano e oferecemos o espaço para que eles pudessem continuar temporariamente as suas aulas”, explica João.

Desde então, os alunos da Neofit treinam jiu-jitsu e muay thai no espaço da Core Sports. “Tivemos uma receptividade muito grande e o pessoal da Core nos deu muita força. Ainda bem que nosso prejuízo foi só material e que ninguém se machucou. Ficamos triste porque a nossa estrutura era bem organizada e foi feita do jeito que sonhamos. Essa parceria foi muito importante para não deixar os nossos alunos na mão”, relata Cristiano.