Florianópolis*

O Figueirense venceu o Atlético Tubarão por 1 a 0, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, ontem à noite. Aos 13 minutos do primeiro tempo, o atacante Wellington Amorim fez o único gol da partida que valeu pela 7ª rodada do returno.

O resultado devolve a vice-liderança ao time da capital, que se mantém na briga pelo título do segundo turno e volta a sonhar com a taça de campeão do Estadual sem a necessidade de disputar uma final.
Que seria difícil, todo mundo já imaginava.

Mas a esperança sempre existiu. Figueira e Atlético Tubarão fizeram um jogo morno, sem muitas emoções. Aproveitando a sonolência da equipe da casa, o Peixe tomou a iniciativa. Logo aos dois minutos, depois de escanteio cobrado, a bola sobrou para Alex Pinho, que por muito pouco não abriu o placar.

O alvinegro insistia em errar passes e pecar na criação das jogadas. Mas quando era dominado dentro de campo, porém, marcou o primeiro e único gol do jogo. Diogo fez jogada pela direita e cruzou para Tuta, que deixou a bola passar para Wellington Amorim.

O camisa 11 não desperdiçou e, em um chute no ângulo do goleiro, chegou ao seu 11º tento na competição. O gol foi suficiente para acordar o Figueirense, que esboçou uma melhora no jogo. Mas até o intervalo, a equipe não se acertou e assustou o Tubarão apenas em lances isolados. O Peixe também não oferecia perigo.

Expulsão
No segundo tempo, o ritmo continuou parecido, com os times sem inspiração. Aos 19 minutos, o volante Leandro Makelelê, do Figueira, que não estava bem na partida, foi expulso. O veterano Jairo Santos começava todas as jogadas do Atlético, que, pela direita, fazia as melhores jogadas.
O Peixe continua em 7º lugar do returno, com oito pontos. No próximo domingo, enfrenta o Chapecoense, em casa. A partida está marcada para as 16 horas.

* Do Jornal Notícias do Dia, especial para o Notisul.