Foto: CATubarão/Divulgação
Foto: CATubarão/Divulgação

Criciúma

 No primeiro pênalti para o Criciúma, aos 14 minutos de jogo, Sueliton cruzou e a bola bateu no braço de Canavesio. Elvis chutou no canto direito de Belliatto que se esticou e defendeu. Três minutos depois outra mão na bola. Criciúma chegou pela direita, Sueliton cabeceou e a bola bateu na mão de Jean.  Dessa vez quem cobrou foi Zé Gol que não perdoou e abriu o placar para um público de 5 mil torcedores.

O empate do Peixe veio aos 17 minutos do segundo tempo. A zaga do Tigre errou e Índio roubou a bola de Nino. Daniel Costa, destaque da partida do turno, ficou com a sobra, driblou Enzo e bateu na saída d o goleiro Luiz. “Tivemos uma boa atuação, criamos chances para vencer, mas o ponto conquistado também tem que ser comemorado. Seguimos a nossa luta para nos livrarmos de vez do perigo de rebaixamento. Depois tentarmos a vaga na Copa do Brasil pelo Catarinense”, projeta o técnico Waguinho Dias.

O Peixe segue em 5º, com 17 pontos, atrás do Joinville pelo número de vitórias. O Atlético Tubarão entra em campo domingo, 16h, diante da Chapecoense, no estádio Domingos Gonzalez. Com o empate, o Criciúma chega a 13 pontos e sobe para 7º na tabela, mas pode perder a colocação com o fechamento na segunda-feira, jogo entre Hercíio Luz e Inter de Lages.