Rafael Andrade

Tubarão

O Atlético Tubarão vê sua situação se complicar no Campeonato Catarinense. O time está recheado de garotos da base e teve pouco investimento em contratações para a disputa do Estadual. Na tarde deste domingo, encarou o Figueirense, que tem uma folha salarial de R$ 350 mil, e também passa por situação semelhante a Tricolor da Vila, com vários atletas da casa. O Jogo terminou com a vitória da equipe da capital por 2 x 0, gols assinalados no primeiro e segundo tempo, de Diego Gonçalves, após bela jogada da esquerda de ataque para a direita, fazendo rápida tabela, e Vitor Feijão, de cabeça, já nos acréscimos do confronto, sem dar chances ao goleiro e capitão Lee. O público também deixou a desejar, com pouco mais de mil espectadores.

Foi a estreia em casa no Campeonato Catarinense 2020 do Atlético Tubarão não conseguiu sair com um resultado positivo. Após a partida, alguns jogadores do Peixe já acenderam a luz vermelha e disseram que precisam da vitória no próximo compromisso, dificílimo, contra o Criciúma, no Estádio Heriberto Hülse, na quinta-feira (30), às 19h. Os atletas se reapresentaram nesta segunda-feira (27) pela manhã.

O time comandado pelo técnico Pingo amarga duas derrotas, a lanterna do Estadual e três gols de saldo negativo. O certame deste ano é mais curto, com apenas nove rodadas de turno, sem returno. Dos dez clubes da competição, classificam-se os oito primeiros, criando as quartas de final, depois a semifinal e, adiante, a grande final.