Marco Antonio Mendes
Tubarão

A torcida vestia vermelho e branco. O estádio Anibal Costa não ficou lotado, mas um bom público foi conferir a volta do Hercílio Luz no Campeonato Catarinense da Divisão Especial. Crianças, jovens e idosos vibraram quando os fogos anunciaram a entrada do time do Leão do Sul no gramado. O resultado de 4 a 1 para o Juventus não foi, nem de perto, o esperado por jogadores, comissão técnica, dirigentes e torcedores. O público, aliás, começou a deixar o Anibal Costa com o jogo ainda em andamento, assim que o adversário marcou o terceiro gol.

A partida começou bastante parada, com muitas faltas. Logo no começo, aos sete minutos, o Juventus deu um susto no Hercílio Luz ao marcar o primeiro gol que, em seguida, foi anulado. Mas nem isso foi o suficiente para evitar que a equipe de Jaraguá do Sul abrisse o placar aos 14 minutos, com Josemar, através de uma cobrança de escanteio.

A partir daí, os tubaronenses acordaram e partiram para o ataque. Com a entrada de Bruno, perto dos 35 minutos, o Leão conseguiu igualar o placar, através de um chute forte e rasteiro. No entanto, sem ao menos poder se recuperar da euforia do primeiro gol depois de 13 anos longe dos gramados profissionais, Bruno Lopes, do Juventus, ampliou a vantagem. Sem marcação, aos 37 minutos, o jogo foi para o intervalo em 2 a 1.