Foto:Larm/Divulgação/Notisul
Foto:Larm/Divulgação/Notisul

 

Tubarão
 
Não deu para o Palmeiras de Congonhas. O time de Tubarão sonhava em conquistar o maior título de sua história, da Copa Sul dos Campeões, mas o empate em 1 a 1 garantiu o troféu ao Mãe Luzia, de Criciúma.
 
A finalíssima ocorreu sábado, no Estádio Henrique Meneghel, na Cidade Azul, e teve público aproximado de duas mil pessoas. Os gols foram marcados por Marcelinho (Palmeiras), aos 39 minutos do primeiro tempo, e Marquinhos (Mãe Luzia), aos 29 da segunda etapa.
 
Por ter perdido o primeiro jogo da final por 2 a 1, o Verdão precisava vencer por dois gols de diferença para garantir o título no tempo normal ou por um gol para levar a decisão para os pênaltis. 
 
O título do Esporte Clube Mãe Luzia na décima segunda edição da competição foi o sétimo de uma equipe filiada à Liga Atlética da Região Mineira (Larm). Mãe Luzia e Palmeiras serão os representantes da região sul no campeonato Catarinense de Futebol não profissional deste ano, que será disputado em Criciúma e Tubarão, em novembro.