Marco Antonio Mendes
Tubarão

A Unisul/Seguridade/Penalty recebeu com surpresa a informação de que o adversário será a Malwee, nas quartas-de-final da Liga Futsal. Nem o time de Jaraguá do Sul, nem Cortiana/UCS/AFF, eram os preferidos para disputar uma vaga para as semifinais da competição, pois seguem como as favoritas ao título nacional.

No entanto, o treinador da equipe tubaronense, Paulinho Gambier, enfrenta a situação com naturalidade. Para ele, uma hora ou outra os times acabariam por se encontrarem. “Temos que trabalhar como fazemos desde o início. Se temos que enfrentá-los agora, vamos dar o nosso melhor para seguir na competição”, indica o técnico.

A Unisul faz uma ótima campanha nesta temporada. Conseguiu surpreender as outras equipes e superou a meta inicialmente determinada: chegar à segunda fase. Passou para a terceira. A Malwee, no entanto, apesar de ainda ser uma das mais temidas pelos adversários, não passa por um dos seus melhores momentos.

Ainda que tenha terminado a primeira parte da liga na liderança, fez uma campanha irregular na segunda fase. Dos dez jogos, venceu apenas três, empatou mais três e perdeu quatro.