Maycon Vianna
Tubarão

A torcida estava agitada na noite de ontem no Ginásio Salgadão. O barulho ensurdecedor contagiou os atletas da Seguridade/Unisul, que partiram para cima da equipe do Carlos Barbosa. O volume do jogo no início da partida foi todo da equipe gaúcha. Em um único lance da partida, o goleiro Ivan deu um belo chute e abriu o placar. Os jogadores visitantes partiram para cima e os defensores da Unisul buscavam segurar o placar.

Na segunda etapa, o Carlos Barbosa veio para cima. Não intimidada pela força do time e dos torcedores tubaronenses, a equipe teve mais controle da bola. A partida manteve-se equilibrada nos primeiros cinco minutos, até o Carlos Barbosa empatar com o pivô Jé.
Já o camisa 10 da Seguridade Unisul, Jonas, fez uma grande jogada, marcou um belo gol e virou o placar.

Com os torcedores empolgados, os quatro jogadores de linha em quadra (Murilo, Cristian, Fio e Jeffe) seguraram as investidas dos pivôs de Carlos Barbosa. A menos de sete minutos para o apito final, Sinoê, camisa 10, concluiu com extrema força para empatar novamente a partida: 2 a 2.
De tanto pressionar, a equipe do Rio Grande do Sul conseguiu a virada. O jovem ala Thiaguinho ficou de frente com o goleiro Ivan e anotou o terceiro da equipe visitante.

Quando a vitória do Carlos Barbosa parecia sacramentada, o experiente fixo Jeffe igualou o placar pela última vez na noite, 3 a 3. “Jogamos contra o líder da competição. Acredito que o resultado ficou de bom tamanho, mas creio que merecíamos a vitória”, avalia o jogador Fio.