Equipe fez o último treino na tarde desta sexta-feira
Equipe fez o último treino na tarde desta sexta-feira

 

Thiago Oliveira
Tubarão
 
Trinta e quatro dias depois da final do primeiro turno da Divisão Especial, o Hercílio Luz reencontra neste fim de semana o Atlético de Ibirama, adversário em um jogo marcado por uma arbitragem polêmica e muitas brigas. E, no que depender do elenco e comissão técnica, o jogo estará livre de confusões.
 
“Fiz uma palestra de quase meia hora com os meus atletas, pedindo que eles se preocupem apenas em jogar futebol. E peço para a nossa torcida vir aqui para torcer, para empurrar o time, porque precisamos ganhar o jogo, sem revanchismo. O que eles fizeram com a gente lá foi desumano, mas nós temos que fazer o contrário, mostrar que aqui o povo é civilizado e é dentro de campo que se joga futebol”, pediu o técnico Joceli dos Santos.
 
Sem chances de ficar com a liderança do returno (o Camboriú vai chegar aos 20 pontos, já que o Joaçaba afirmou que não irá entrar em campo), para o Leão a partida vale a chance de jogar o segundo jogo da semifinal em casa. Para isso, precisa vencer por dois gols de diferença.
 
Estão fora da partida deste sábado, marcado para as 16 horas, no Estádio Anibal Costa, Rafael Santos, Élton e Leonardo, julgados pela briga no fim da partida da final do turno, em Ibirama; Giba, expulso na última rodada; e o goleiro Dalton, que cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo.
 
“A oportunidade não escolhe o momento, ela chega e a gente tem que estar preparado para corresponder. Eu vim para cá para ajudar o Hercílio a subir e vou entrar em campo com o pensamento de fazer um grande jogo”, afirmou Juliano, substituto de Dalton.