A torcida compareceu em peso para apoiar o Leão do Sul.
A torcida compareceu em peso para apoiar o Leão do Sul.

Thiago Oliveira
Tubarão

A torcida fez a sua parte. Durante a tarde, exibiu camisas e bandeiras pelas ruas de Tubarão. Quando anoiteceu, lotou o Estádio Anibal Costa para apoiar o Hercílio Luz no primeiro jogo da final do turno da Divisão Especial do Campeonato Catarinense. E, dentro de campo, o time retribuiu. Venceu o Atlético de Ibirama por 1 a 0 e joga por um empate domingo, em Ibirama, para voltar à elite do futebol estadual.

No primeiro tempo, muitas faltas e pouco futebol, tanto que o árbitro Ronan Marques da Rosa precisou mostrar quatro cartões amarelos – três para jogadores do Hercílio Luz (Claudemir, Rafael Lima e Luiz Henrique) e um para Xipote, do Atlético de Ibirama. Mas o lance mais discutido da primeira etapa foi um pênalti não marcado. Leonardo foi derrubado dentro da área, mas a arbitragem mandou seguir.
Na segunda etapa, o Leão do Sul voltou com mais vontade, e a recompensa veio cedo. Tom, aos cinco minutos, recebeu o cruzamento de Thiaguinho e abriu o placar para o Hercílio Luz.
O time de Tubarão seguia melhor no jogo, até o gol de Thiago Manzotti, do Atlético, anulado pelo árbitro. O lance gerou confusão no campo, mesmo assim, Ronan Marques da Rosa não expulsou ninguém.

No fim da partida, os visitantes pressionaram, mas o Hercílio conseguiu segurar o resultado e levar a vantagem para o jogo decisivo. “É a união do time, da diretoria, do treinador que vai nos ajudar a subir. Agora, temos que mostrar essa mesma garra lá em Ibirama”, afirmou o atacante Leonardo.
A partida de domingo, em Ibirama, no Estádio Hermann Aichinger, começa às 15h30min.

Missão de honra no Peixe

A tarefa de guiar o time rumo à elite do futebol catarinense é interpretada como missão de honra por Fernando Lessa, o auxiliar técnico promovido a treinador do Atlético Tubarão. “O objetivo era o acesso no primeiro turno, mas, como não conseguimos, vamos lutar no returno. É um compromisso meu, e de toda a comissão técnica e jogadores, colocar o Atlético na primeira divisão”, avisou.

Lessa conta que o pedido para assumir a função surgiu dos próprios atletas. “Foram eles que pediram à direção para que ninguém fosse contratado, e que eu ficasse com o cargo. Eu trabalhei com eles durante toda a temporada, eles conhecem o meu estilo de trabalho, estilo de jogo, e eu conheço cada um deles”, lembra. E agradece o apoio que recebeu da direção e o carinho dos torcedores.

Aos 30 anos, Lessa é o terceiro treinador do Peixe em 2011. Ele sucede Grizzo, que comandou o time na pré-temporada e saiu antes do início da Divisão Especial do Campeonato Catarinense, e China, demitido na última sexta-feira.
Agora, o time prepara-se para a estreia no returno da Divisão Especial, na próxima quarta-feira, contra o Juventus, no Estádio Domingos Silveira Gonzales. Ontem, o time fez um treino físico. Hoje, na parte da tarde, deve realizar um trabalho tático, onde o treinador deve definir o seu esquema de jogo.

Sorteados na promoção

Dilton do Nascimento, leitor do Notisul e torcedor do Hercílio Luz, acreditou, mandou um e-mail com a frase “Quero ver o Leão na elite do futebol catarinense” e ganhou uma camisa oficial do Leão do Sul. Assim como ele, outras dezenas de tubaronenses e também moradores de outras cidades da região, participaram da promoção. E muitas mulheres estavam no páreo.

Apenas Dilton levou a camisa, mas outros dez leitores ganharam outros prêmios. Thiago Aguiar, Paula Sombrio, Cris, Grazi Freccia e Rodrigo Adriano Fausto ganharam ingressos para a partida contra o Atlético de Ibirama, ontem à noite. E Jorginho Farias, Henrique Lauro Bagio de Souza, Haroldo Prates Silveira Junior e Guilherme Fonseca ganharam kits Tirol.
O Notisul agradece pela participação de todos!