Thomaz foi o autor do gol do Leão, ainda no primeiro tempo
Thomaz foi o autor do gol do Leão, ainda no primeiro tempo

 

Thiago Oliveira
Tubarão
 
O Hercílio Luz recebeu o Camboriú com o objetivo de encaminhar a classificação para a final da Divisão Especial do Campeonato Catarinense. Mas tropeçou no tabu que acompanha o time nesta temporada: o Leão do Sul não venceu o time da região do Vale do Itajaí em 2011. No primeiro turno, derrota em casa por 3 a 0. No primeira fase do returno, mais uma derrota, desta vez fora de casa, por 1 a 0. No confronto mais importante entre as duas equipes, empate em 1 a 1, na tarde de ontem, no Estádio Anibal Costa.
 
Para chegar à final do returno, o Hercílio Luz precisa quebrar o tabu. Só a vitória interessa ao Leão. Por ter terminado a primeira fase na frente, o Camboriú joga por um empate, no jogo de volta, domingo, às 10h30min, no Estádio Roberto Santos Garcia, em Camboriú.
 
No fim da partida de ontem, jogadores do Hercílio Luz e o técnico Joceli dos Santos entraram em conflito com torcedores do Leão. Após o gol do Camboriú, parte da torcida xingou o time e o treinador, que foi, pessoalmente, tirar satisfação com os torcedores. A briga só não continuou porque a Polícia Militar separou a confusão.
 
O jogo
Jogando diante da torcida, o Leão foi com tudo para cima do adversário. Ton e Pedro Ayub tiveram chances de abrir o placar, mas pecaram nas finalizações. O domínio do Hercílio Luz foi tão grande que o Camboriú mal conseguia passar do meio de campo. Só faltou transformar a superioridade dentro de campo em gols.
 
Aos 15 minutos, Giba recebeu na área e bateu no travessão. O time continuou atacando e desperdiçando as oportunidades, até que, aos 35 minutos, Uéderson sofreu falta. Na jogada ensaiada, Claudemir tocou para Thomaz, que ajeitou e chutou no canto do goleiro Gabriel, abrindo o placar para o Hercílio Luz. 
 
Pouco depois, Giba sentiu uma lesão muscular e foi substituído pelo garoto Somália.
 
No início do segundo tempo, o Leão teve a chance de ampliar quando Somália chutou cruzado, mas Uéderson não conseguiu completar para o gol.
 
Apesar do crescimento do Camboriú na partida, o Leão continuou a buscar o segundo gol, mas, como se fala na gíria do futebol, quem não faz leva. Aos 35 minutos, Ítalo, do Camboriú, cobrou a falta e empatou o jogo.
 
 
Peixe recebe o Ibirama hoje à noite
Depois de derrotar o Porto, fora de casa, no último sábado, o Atlético Tubarão prepara-se para mais uma decisão. O time recebe hoje, a partir das 20h30min, no Estádio Domingos Gonzalez, o Atlético de Ibirama, campeão do primeiro turno, no jogo de ida da semifinal do returno da Divisão Especial do Campeonato Catarinense.
 
Por ter tido melhor campanha na fase de grupos, o Atlético de Ibirama joga por dois resultados iguais. Por isso, um dos objetivos do time tubaronense é vencer por mais de um gol de diferença para jogar com uma boa vantagem, na partida de volta, em Ibirama.
 
Os dois times enfrentaram-se duas vezes no campeonato. No primeiro turno, o Ibirama surpreendeu o Peixe em Tubarão, e venceu por 1 a 0. No returno, já sob o comando o treinador Fernando Lessa, o Atlético Tubarão segurou um empate em 0 a 0, numa atuação bastante elogiada pelo técnico. Para Lessa, o crescimento do time na competição começou com esse empate.
 
Para o jogo de hoje, a Federação Catarinense de Futebol escalou Rodrigo D’alonso Ferreira como o árbitro. Ele será auxiliado por Helton Nunes e Rosnei Hoffmann Scherer, ambos da CBF.
O jogo de volta está marcado para domingo, às 16 horas, no Estádio da Baixada.