Leão acusa o Camboriú de ter escalado Neris (D) de maneira irregular
Leão acusa o Camboriú de ter escalado Neris (D) de maneira irregular

 

Thiago Oliveira
Tubarão
 
O Hercílio Luz aguarda uma posição do Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD-SC), sobre o pedido de reexame do caso contra o Camboriú, que foi arquivado. Segundo o advogado do Leão, Rodrigo Bauer, a Federação Catarinense de Futebol tem até hoje para dar uma resposta sobre a solicitação do clube tubaronense.
 
O Hercílio entrou com uma denúncia contra o Camboriú alegando que o zagueiro Neris havia sido escalado de maneira irregular na partida de ida da semifinal do returno da Divisão Especial, entre os dois times. Na ocasião, as duas equipes empataram em 1 a 1.
 
Em um primeiro momento, o TDJ-SC aceitou a denúncia, mas, na véspera do julgamento, o procurador Giovani Rodrigues Mariot arquivou o caso.
 
Em caso de vitória na justiça, o Hercílio Luz deve decidir a final do returno contra o Atlético de Ibirama. O fato iria mudar toda a estrutura da Divisão Especial do Campeonato Catarinense, que chegou ao fim no domingo, com o título do Camboriú.
 
Clube paga parte dos salários
O Hercílio Luz deu o primeiro passo para normalizar a sua situação financeira. Após reclamações dos atletas, o clube pagou o referente ao mês de outubro, que estava em atraso.
Os jogadores ainda esperam receber o mês de novembro, bichos e direitos trabalhistas (férias e 13º). O elenco do Leão tem contrato até o próximo dia 17. O presidente Michel Mussi espera pretende quitar tudo logo.