Eraldo Gueiros foi um dos campeões do evento do ano passado   -  Foto: Divulgação/Notisul
Eraldo Gueiros foi um dos campeões do evento do ano passado - Foto: Divulgação/Notisul

 

Jaguaruna
 
Uma das principais pistas de treino para os surfistas de ondas grandes brasileiros, a Laje da Jagua, em Jaguaruna, será mais uma vez o palco de um evento de tow-in no Brasil. O prazo do desafio da Laje começa no próximo mês e segue até 31 de julho.
 
Grande parte da elite mundial da categoria é esperada. Mesmo assim, o evento esbarra na falta de patrocínio para elevar o esporte.
 
“Não entendo como uma onda desta não tem seu devido reconhecimento. Estou desde 2006 na luta por um patrocínio para desenvolver os trabalhos no pico. Vai fazer seis anos que estou nessa briga, mas o evento vai rolar com ou sem patrocínio de marcas de surfe”, garante Thiago Jacaré, um dos organizadores.
 
Jaguaruna tem história no tow-in. O município foi palco de dois dos maiores eventos do país, em 2006 e 2011. A dupla Carlos Burle e Eraldo Gueiros faturou as duas disputas.
 
A Laje da Jagua recebe surfistas de ondas grandes de todos os cantos do mundo. A ondulação quebra em uma bancada rasa e proporciona ondas de quatro a 12 metros. Nomes como Danilo Couto, Carlos Burle, Maya Gabeira, Sylvio Mancusi, Rodrigo Resende, Everaldo Pato e Eraldo Gueiros estão confirmados na lista de convidados. 
 
A competição é uma promoção da Associação de Tow-In de Jaguaruna (Atow-inj), em parceria com a prefeitura de Jaguaruna e a fiscalização da Marinha do Brasil.