No mundo esportivo nem sempre a idade superior é sinônimo de mais talento e de maturidade. O fator psicológico, por exemplo, está ligado à capacidade que o atleta tem de extrair aprendizados, evoluir com os erros e a quantidade de foco atribuído ao longo dos treinamentos e competições.

Com 18 anos, Lucca Ferreira ainda pertence à categoria sub-21 do judô, no entanto, encarou desafios maiores neste fim de semana. Ao disputar o Campeonato Estadual Sênior, em Curitibanos, o judoca se consagrou campeão catarinense. “Além de ser o melhor da própria categoria, foi também no adulto. Esperamos que ele tenha resultados expressivos disputando o nacional”, observam Thiago Flores e Jailson Tavares, técnicos da Associação Tubaronense de Judô (ATJ).

Ao lado de Lucca, outros cinco judocas representaram a Cidade Azul. Bruna Freitas foi campeã no adulto, enquanto Guilherme Smangorzewski vice-campeão e Rodrigo de Almeida conquistou o terceiro lugar na Copa Curitibanos, sub-21. Os treinadores avaliam a experiência de maneira positiva. “Sair com quatro medalhas de uma equipe de seis atletas, sem dúvida, mostra que estamos evoluindo, e nos dá ainda mais confiança para os próximos desafios da temporada”, analisam os técnicos Thiago Gomes Flores e Jaison Tavares.

 Ambas as competições são classificatórias para o Campeonato Brasileiro da modalidade, que será disputado em Lauro de Freitas, na Bahia, no fim do ano. A Associação Tubaronense de Judô tem o apoio da Academia Tokage e Prefeitura de Tubarão, por meio da Fundação Municipal de Esporte, com o auxílio do Bolsa-Atleta e Técnico.