Felipe  pratica o  padel desde 2006
Felipe pratica o padel desde 2006

Thiago Oliveira
Tubarão

 
Tubarão pode se tornar uma potência no padel brasileiro. Prova disto são as conquistas de dois irmãos da Cidade Azul, que sagraram-se campeões da primeira etapa do Campeonato Brasileiro da modalidade, realizado em Porto Alegre (RS). Felipe e Fernando Furghestti ficaram com o título nas categorias sub-18 e sub-14, respectivamente.
 
Apesar da pouca idade, Felipe já tem um currículo de veterano no esporte. Ele pratica o padel desde 2006 e, neste período, foi vice-campeão brasileiro sub-18, e representou o Brasil no Mundial da categoria, no Marrocos, no ano passado. 
 
Ao lado do gaúcho Tiago Milán, Felipe derrotou outras seis duplas para ficar com o título. “A final foi bastante complicada. Os adversários eram muito bons, mas vencemos por 6-1 e 6-4”, valoriza Tiago.
 
Já o irmão mais novo teve vida mais facilidade para vencer. Ao lado do parceiro Lucas Danuzzo, Fernando venceu todas as partidas. Na final, derrotou os adversários por 6-2 e 6-3.
 
Segundo Felipe, a conquista é ainda mais importante do que o normal, já que as três primeiras etapas do Brasileiro são classificatórias para o Pan-Americano de padel, que será realizado em julho, em Novo Hamburgo.
 
“As primeiras etapas valem pontos para a convocação. Por isso, já começar com vitória é vantagem em relação aos outros concorrentes”, avalia Felipe.
 
Ao todo, o Campeonato Brasileiro da modalidade terá seis etapas, em Porto Alegre, Novo Hamburgo (RS) e Curitiba (PR), além do master, que será realizado em São Paulo.
 
Potência catarinense
Apesar de pouco conhecido por grande parte do público, o padel ganha cada vez mais praticantes em Tubarão. Segundo o medalha de bronze no Mundial sub-18, Felipe Furghestti, as quadras de vidro, instaladas no mês passado no Clube 29 de Junho, ajudaram para que mais pessoas se interessassem pelo esporte.
Tanto que a modalidade já fez com que vários tenistas da região mudassem de lado. A qualidade dos atletas da cidade também é reconhecida pelo praticante. “Em Santa Catarina, Tubarão é a grande potência da modalidade. Joinville pode ter mais praticantes, mas a qualidade daqui é, sem dúvidas, superior”, compara Felipe. 
Além dele e do irmão Fernando, campeão da primeira etapa na categoria sub-14 do Campeonato Brasileiro, outros atletas tubaronenses, como a dupla Diego Rios e Muriel Serafim, começam a ganhar destaque em competições de âmbito nacional.
O reconhecimento do trabalho feito em Tubarão fez com que a cidade fosse escolhida para sediar uma das etapas do Campeonato Catarinense. Os jogos devem ser realizados de 4 e 6 de maio.