Neste domingo, os comandados do técnico Müller terão pela frente a Chapecoense, líder do returno
Neste domingo, os comandados do técnico Müller terão pela frente a Chapecoense, líder do returno

 

Cleber Latrônico
Imbituba
 
A segunda rodada do returno do Catarinense teve um ‘sabor’ especial para o Imbituba. Além de conseguir a primeira vitória em casa no campeonato, os três pontos conseguidos nesta quarta-feira levaram a equipe à condição de terceira colocada do returno, atrás apenas do Figueirense, e da líder Chapecoense.
 
Contudo, o time da Amurel ainda ocupa o penúltimo lugar na classificação geral, em 9º, com 12 pontos, à frente apenas do Concórdia, e a um ponto do oitavo colocado, o Brusque. Mas entre os números, um fator positivo: o time disputará quatro partidas em casa. E a torcida sempre faz a diferença.
 
Destas quatro partidas, três são contra adversários que estão com pouca diferença de pontos na classificação geral em relação a Águia. No próximo dia 20 o combate é com o Avaí (2 pontos na frente).
 
Depois vem o Brusque (a 1 ponto), no dia 27, e em seguida o Metropolitano (também 2 pontos), no dia 3 do próximo mês. No dia 17 de abril o time da Zimba decide sua sorte em partida contra o Figueirense.
 
Mas o foco do trabalho agora é o jogo deste domingo, às 16 horas, contra o Verdão do Oeste. A delegação do Imbituba viaja amanhã para Chapecó. Müller terá dois desfalques. O lateral Luan (que dispensou proposta do CSA de Alagoas) está suspenso, e Adebson segue no departamento médico.
 
O grupo terá a difícil missão de parar a sensação do returno. O Verdão venceu as duas primeiras: 2 a 0 diante do Avaí e 3 a 2 em cima do Criciúma, nesta quarta-feira, em Tubarão.  
 
Na última vez em que Imbituba e Chapecoense enfrentaram-se – no dia 23 de janeiro, no Ninho da Águia -, a partida terminou empatada em 2 a 2. Agora só resta torcer.
 
Returno embolado
Quem disser que o Concórdia está rebaixado e que não tem chances no returno, está redondamente enganado. Mesmo a sete pontos de deixar a zona da degola, o Galo do Oeste vive uma situação inusitada devido ao equilíbrio deste começo de returno e ao regulamento do estadual. Isto porque se classificam as quatro melhores equipes desta fase às semifinais. Portanto, apenas três pontos separam o Concórdia do quarto colocado, o Avaí, último classificado se o returno terminasse hoje.
A Chapecoense, terceira colocada na geral, é quem vive a melhor situação. Líder isolada do returno, com seis pontos, vê sua classificação um pouco mais perto do que as outras equipes. No mais, é um bolo só! Cinco times aparecem com três pontos: Imbituba, Avaí, Criciúma, Marcílio Dias e Metropolitano.
Há sete rodadas para o fim desta fase, nada está decidido. Restará ver se a Águia do Litoral, hoje a única representante da Amurel e campeã da Divisão Especial do Catarinense em 2009, terá fôlego suficiente para, se não alcançar uma das quatro vagas às semifinais, evitar o rebaixamento no estadual.