Domingo, quando a Águia recebeu o Tigre, a torcida compareceu em peso no Estádio Emílio Mendes Rodrigues, mas o placar ficou em 0 a 0
Domingo, quando a Águia recebeu o Tigre, a torcida compareceu em peso no Estádio Emílio Mendes Rodrigues, mas o placar ficou em 0 a 0

 

Priscila Loch
Imbituba
 
A permanência na elite do futebol estadual sempre foi o foco principal do Imbituba no Campeonato Catarinense. O “lucro”, como define o presidente do clube, Robertinho Rodrigues, serve como incentivo para continuar o trabalho.
 
O time da Amurel luta para conquistar mais pontos, especialmente dentro de casa, onde ainda não venceu. Como os dois próximos desafios serão fora (contra o Brusque, amanhã à noite, e o Metropolitano, domingo à tarde), a intenção da Águia é pagar a “dívida” diante da torcida na quinta-feira da próxima semana, quando recebe o Joinville.
 
“Será um jogo festivo, porque vamos apresentar dois novos patrocinadores, a Cimento Votoran e uma outra empresa, de Tubarão”, revela Robertinho.
 
A última rodada do turno do Catarinense está prevista para o dia 13, daqui a menos de duas semanas. E a partida contra o JEC será a única chance do Imbituba vencer no Estádio Emília Mendes Rodrigues.
 
A 7ª posição na tabela não é ruim, na visão do presidente. “No começo, nos sentimos fragilizados, mas depois começamos a pensar em algo mais. O Imbituba, apesar de vir de uma cidade de porte menor que as outras, joga de igual para igual”, analisa Robertinho.