Marco Antonio Mendes
Tubarão

O novo treinador do Hercílio Luz, Joceli dos Santos, não tem muito tempo. Principalmente esta semana. A terceira rodada do Campeonato Catarinense da Divisão Especial será no sábado para o Hercílio Luz, que encara o Próspera, em casa.

Logo na apresentação, o ex-técnico do Atlético Tubarão notou que algo estava errado com os jogadores. Estavam de cabeça baixa. “Eles estavam assim porque perderam os últimos jogos. Temos que trabalhar o psicológico deles. Fazê-los acreditar que é possível, sim, vencer as próximas partidas. O time não depende só de Paulo Cunha, de Anderson ou de mim. Depende muito deles também”, avisou.

Coletivos serão realizados até o fim da semana. Joceli, que trabalha em esquema de três zagueiros, tenta encaixar as peças e encontrar a melhor formação para o time. Segundo ele, novas contratações terão que ser feitas e isto, provavelmente, ocorrerá apenas no segundo turno da disputa.

“Acredito que teremos que trazer uns cinco ou seis novos atletas. E não podemos errar agora. Temos que contratar atletas para jogar. Os que vierem não serão apenas mais uns aqui no time”, afirmou o técnico.
Para Joceli dos Santos, não há semelhanças entre o Hercílio Luz e o Atlético Tubarão, quando o Peixe disputou a Divisão Especial, no ano passado.

“Quando começamos (o campeonato), o Atlético já tinha uma estrutura em campo montada e aqui ainda estamos montando”, analisou.
O próximo jogo, contra o Próspera, será às 15 horas de sábado.