Chapecó

Foram dois 1 x 0 para ambos os lados, na capital, na primeira partida da grande final, e neste domingo (7), na Arena Condá, em Chapecó, e pelo regulamento de melhor campanha, o Verdão do Oeste levou a melhor e ficou com a taça do Campeonato Catarinense de 2017. Os atletas Alan Ruschel e o goleiro Jackson Follmann, sobreviventes do desastre de avião em novembro passado, comemoram no gramado. O lateral disse: “Importante para o clube, para a cidade. Essa vitória foi para aqueles guerreiros lá de cima”.

Esta foi a sexta conquista da Chape, que agora encurta a distância para os rivais catarinenses no ranking de títulos no Estado. O Figueirense, com 17, segue como maior campeão da história, seguido de perto pelo Avaí, que estacionou nos 16. Joinville, 12, e Criciúma, dez. Em Tubarão, Hercílio Luz tem dois títulos e o extinto Ferroviário tem um.

A Chapecoense tem compromissos importantes no decorrer da semana. Embarca ainda neste domingo em busca de um novo título. A delegação segue em voo fretado para São Paulo, de onde viaja na manhã desta segunda-feira (8) para Medellín, aonde na quarta (10), às 21h45min, encara o Atlético Nacional, pela decisão da Recopa Sul-Americana. Com a vitória por 2 x 1 na Arena Condá, o Verdão joga pelo empate para erguer mais uma taça. Já o Avaí terá a semana livre e estreia no Brasileirão domingo, às 16 horas, na Ressacada.