Recife é a primeira cidade no roteiro do Criciúma no mês de agosto pela Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira, dia 2, o Tigre vai até a Ilha do Retiro para encarar o Sport Recife, a partir das 21h30, em jogo válido pela 22ª rodada da competição nacional. O duelo coloca frente a frente duas equipes que ocupam o top-10 da tabela de classificação, separadas por dois pontos.

Após ter somado quatro dos últimos seis pontos – venceu o CSA e empatou com o Londrina – o tricolor chegou a 9ª colocação, com 28 pontos. Uma vitória leva a equipe momentaneamente para o 6º lugar. Já o Sport, que vem de vitória sobre o Guarani, na estreia do técnico Claudinei Oliveira, tem 30 e pode chegar até o 5º posto na tabela.

O empate no Paraná, diante do Londrina, e a dura sequência de jogos deixou mais uma cicatriz no elenco do Criciúma. Arilson deixou a partida passada ainda no primeiro tempo e os exames detectaram uma lesão parcial no músculo adutor da coxa direita. O volante desfalca o time em Recife e não tem data de retorno prevista. Ele se junta a atletas como Claudinho, Rômulo e Rafael Bilu, que estão há mais tempo no Departamento Médico. Em compensação, Marcelo Hermes volta ao time. O lateral-esquerdo estava suspenso em Londrina e agora volta ao time na vaga de Helder.

E para os torcedores mais supersticiosos e adeptos a “Lei do Ex”, o Tigre conta com alguns atletas que já defenderam o time pernambucano. São os casos de Marquinhos Gabriel, que vestiu a camisa do Sport em 2012, e mais recentemente de Oswaldo Henriquez, entre 2016 e 2018. “Eu particularmente sei como é a atmosfera dentro da Ilha do Retiro e sei como a gente pode tirar vantagem disso. Temos que focar no nosso jogo, no nosso sistema de jogo, de jogar bem e propor, com proposta de pressão e intensidade”, afirmou Henriquez.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Engeplus