O Tigre criou diversas chances no segundo tempo, contra o Náutico, sábado mas não conseguiu marcar
O Tigre criou diversas chances no segundo tempo, contra o Náutico, sábado mas não conseguiu marcar

Criciúma

O empate em 0 a 0 com o Náutico, sábado, não agradou o técnico do Criciúma, Edson Gaúcho. Para ele, faltou vibração ao time no terceiro jogo pela Série B.

“Não fizemos viradas de bola”, lamenta. Édson concordou que o Criciúma não fez um bom primeiro tempo, mas que evoluiu na segunda etapa. Mas faltou tranquilidade. “Todo mundo queria resolver depois dos 25 minutos. Faltou paciência”, analisa o treinador. 
 
O comandante tricolor pediu calma à torcida. “Série B é isso. Quando a gente pensa que vai vencer, empata. Temos que ter calma. Não temos um minuto para ganhar o jogo e sim, noventa e poucos para vencer. Erramos passe demais”, acrescenta. 
 
De qualquer forma, o Tigre manteve a invencibilidade. Até agora, contabiliza dois empates e uma vitória. A próxima oportunidade de somar pontos será sábado, em Goiânia, no Estádio Serra Dourada, contra o Vila Nova, às 16h20min.