Marcos destaca que a cada prova todos os detalhes são pensados com muito cuidado. - Foto: ATN/Divulgação/Notisul.
Marcos destaca que a cada prova todos os detalhes são pensados com muito cuidado. - Foto: ATN/Divulgação/Notisul.

Jailson Vieira
Tubarão

Marcos Antônio Ouriques Martins tem somente 14 anos e, desde os 11, pratica natação. Quem pensa que o atleta da Associação Tubaronense de Natação (ATN) quer só competir, está enganado. Por onde passa, o jovem deixa a sua marca entre os melhores do estado, do país e do mundo.

“Em três anos que tenho praticado esta modalidade, este foi o mais gratificante. Tive conquistas que nem esperava, posso ser o melhor, o mais rápido, mas nunca estarei satisfeito. Procuro sempre me aprimorar e andar com aqueles que se destacam para aprender mais. Nos treinos tento fazer os exercícios com os caras mais fortes para poder competir em alto nível”, expõe Marcos.

Nesta temporada, o atleta participou de várias competições estaduais e de duas etapas nacionais: o Campeonato Brasileiro Escolar em Fortaleza e em São Paulo. E, quando tudo se encaminhava para mais um fim de ano com disputas no Brasil, o tubaronense foi convocado para defender o país no Sul-Americano, em Assunção, no Paraguai. E não se pode duvidar que o talentoso nadador possa um dia chegar a uma olimpíada.

“Ainda não penso em olimpíadas. Quando estou nas piscinas, gosto de ser cobrado bastante, isso me motiva a continuar. Acredito que os resultados não vêm apenas dos treinamentos, mas fora deles. Há muitas coisas envolvidas como família, amigos e colegas, que sempre me dão apoio e muita força para continuarmos indo em frente”, assegura.

Para o próximo ano, ele almeja estar mais forte e preparado para alcançar os seus objetivos e da equipe nas piscinas do Brasil e do mundo.