Schwenck quase marcou para o Tigre conquistar três pontos.
Schwenck quase marcou para o Tigre conquistar três pontos.

Criciúma

O Criciúma deixou escapar a terceira vitória fora de casa na Série B. Na noite de ontem, o Tigre teve boa atuação mas ficou no 0 a 0 contra o Paraná na Vila Capanema, em Curitiba. Falta de sorte foi o argumento mais utilizado, com razão, pelos jogadores tricolores ao fim do frustrante resultado. Com o ponto conquistado, o Criciúma chegou a 45 e ocupa a oitava colocação. O próximo compromisso será em casa, no sábado, contra o Icasa.
A primeira chance tricolor surgiu aos 3 minutos, com Thiago Silvy, em chute de primeira. Guilherme cruzou e Schwenck cabeceou com perigo aos 9. O goleiro do Paraná salvou seu time duas vezes aos 17 minutos em conclusões de Schwenck e Silvy. Guilherme arriscou com perigo aos 20 minutos.

Aos 27, Guilherme cobrou falta e acertou o travessão, mas o lance acabou anulado devido a falta de Rogélio no goleiro da casa. Após escanteio, Schwenck desperdiçou nova chance aos 28 minutos. Mateus entrou na área e chutou na trave aos 39 minutos. Novo cruzamento e Schwenck arriscou de cabeça, perto do gol aos 40. O Paraná foi novamente salvo por seu goleiro aos 45 minutos.
No segundo tempo o Paraná melhorou, mas não tirou o domínio do Criciúma. Andrey salvou o Tigre em três jogadas perigosas antes dos 20 minutos. “Adiantamos a marcação e fizemos um grande jogo. Mas esta vitória nos faz falta”, avaliou o técnico Márcio Goiano.