Tubarão

 

Os resultados paralelos do fim de semana ajudaram a Hipper Freios/Unisul. A delegação partiu de Tubarão ontem rumo a para Minas Gerais, onde decide a vaga amanhã, às 19h15min, contra o V&M Minas. O empate classifica a equipe.
 
Depois dos últimos dois empates em casa, contra Florianópolis e Macaé, e ver a classificação antecipada ficar para a última rodada, o grupo embarcou para Minas Gerais com otimismo. “Apesar de a gente ter deixado escapar a classificação em casa no final dos últimos dois jogos, estamos otimistas e vamos com muita vontade para o jogo em Minas. Confiança é o que não falta nesta equipe”, destaca o presidente da Associação Desportiva Universitária, Valter Schmitz.
 
Na 14ª posição, com 26 pontos e sete vitórias, a Hipper Freios/Unisul torce ainda pelo tropeço do Peixe/Mazza. Como o primeiro critério de desempate na primeira fase é o número de vitórias, somente o Peixe/Mazza, com 23 pontos e sete vitórias, pode alcançar o time tubaronense em caso de derrota. A equipe de Jarico ainda torce por tropeços de São Paulo e Assoeva, 15º e 16º, que jogam em casa contra o Carlos Barbosa e Colégio Londrinense, respectivamente.
“Não podemos pensar nas outras partidas, nos outros adversários. Temos é que ir buscar no mínimo o empate que nos garante para a próxima fase”, declarou o treinador Jarico antes da viagem.