O imbitubense João Batista conquistou um pódio inédito  -  Divulgação/Notisul
O imbitubense João Batista conquistou um pódio inédito - Divulgação/Notisul

Imbituba

Eleita a prova de mais alto nível do Circuito Nacional Rei e Rainha do Mar, o maratonista aquático João Batista Coelho Júnior, de Imbituba, conquistou um pódio extremamente acirrado na etapa final, neste sábado, na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. O imbitubense superou dois atletas e completou a prova de um quilômetro em terceiro lugar e conquistou um pódio inédito.

O percurso, realizado ao lado do Forte de Copacabana, foi concluído em 13 minutos e 51 segundos e rendeu a 14ª posição geral entre cerca de 400 homens. “Já esperava que fosse a prova mais disputada de todo o ano por ser dentro do Rio de Janeiro e também o encerramento da temporada. No aquecimento percebi que estava me sentindo muito bem e fiz a minha melhor prova dos últimos anos”, conta o atleta.

Pouco mais de 30 minutos, João Batista foi novamente para a água entre mais de 400 adversários para disputar a prova de dois quilômetros. O pódio não veio, mas o tempo de prova, com 31 minutos, a sexta colocação na categoria entre mais de 50 adversários e a 28ª posição geral.  “Para essa prova também fui muito bem e sabia que o nível seria mais alto e fiquei muito satisfeito com esse resultado e pelo Proesporte e a SCPar tornarem essa oportunidade de estar na principal competição do Brasil representando Imbituba”, ressalta João.

Para participar da competição, João Batista foi contemplado por meio do Proesporte, Lei de Incentivo ao Esporte Municipal, com recurso fiscal trocado pela empresa SC Par Porto de Imbituba, que viabilizou a participação do atleta em cinco etapas durante dois eventos que resultaram em três medalhas de bronze.

 

Imbituba Travessias abre disputa no Catarinense

A viagem mais cara ocorreu no fim do ano passado. A Imbituba Travessias formou uma equipe com 15 atletas e participou ontem, na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, da etapa de abertura do Circuito Catarinense de Maratonas Aquáticas com parte da elite do Brasil presente e conseguiu sete pódios, a melhor estreia.

O campeão da etapa foi atleta Matheus Evangelista, de São Paulo e que disputa o mundial maratonas aquáticas. O melhor da equipe, na classificação geral, foi Thomas Villasboas e Bruno Oliveira, com nono e décimo lugares, respectivamente nos 1700 metros de natação. Na categoria 17 a 19 anos, esses atletas ficaram em segundo e terceiro lugares.

O melhor resultado foi da única representante feminina. Milena Villasboas foi a campeão da 15 a 16 anos e sétima geral feminina. Os outros pódios vieram com Alexandre Raupp, terceiro na 50 a 54 anos, Fernando Klein, terceiro na 40 a 44 anos; Alexandre Prates, quarto na 45 a 49 anos; e João Batista Coelho Júnior com o quinto lugar na 35 a 39 anos.

As próximas etapas ocorrem no dia 27 de fevereiro em Porto Belo, e no dia 19 de março, em Itá.