Marco Antonio Mendes
Tubarão

Com pouco mais de um mês para o início do Campeonato Catarinense da Divisão Principal, os clubes já começam a se preparar à disputa estadual. Na temporada que inicia em 18 de janeiro, apenas dez clubes competirão, diferente deste ano, quando 12 times entraram em campo para brigar pelo título.
Se de 12 foram rebaixados três equipes em 2008 (Guarani, Juventus e Brusque), em 2009 dois cairão para a Divisão Especial. Os rebaixados deste ano tiveram a sorte de disputar o campeonato da segunda divisão e, o Brusque, que levou o título, já poderá voltar à elite no próximo ano. No entanto, uma alteração no regulamento da Federação Catarinense de Futebol (FCF) define que aqueles times que caírem jogarão pela Divisão Especial apenas em 2010, podendo voltar à primeira divisão somente em 2011.

Para ocupar a vaga dos rebaixados do Catarinense de 2009, os times da segunda divisão terão mais chance. É que sobem o campeão e o vice-campeão da Divisão Especial. Está aí uma oportunidade do Hercílio Luz subir, já que este ano apenas o campeão conquistou a vaga.
Um benefício que os clubes da elite terão na temporada de 2009 é que o melhor colocado ganhará uma vaga na Série D do Brasileirão. Como algumas equipes catarinenses já estão entre as Séries A e D, automaticamente a vaga vai para aquele que ainda não tem (mais uma chance para o Atlético Tubarão, se fizer um bom campeonato).

“É claro que vamos buscar o título do estadual, mas, se conseguirmos esta vaga para jogar o Brasileiro, já estará muito bom. Todos sabem que queremos um calendário de competições para o ano todo”, declara o presidente do Atlético, Pedro Almeida, que faz os preparativos à competição em busca de parcerias para montar a equipe.

Quatro fases para o campeão

O primeiro jogo do Atlético Tubarão no Catarinense 2009 será contra o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli. Serão disputadas quatro fases. No turno, as equipes jogam entre si. A que tiver maior pontuação classifica-se ao quadrangular da terceira fase. Da mesma forma será o returno, com o mando de campo invertido.

Além dos campeões do turno e returno, outras duas equipes com os melhores índices técnicos também passam à terceira fase. Nesta fase da disputa, as quatro equipes voltam a jogar entre si em turno e returno e se classificarão as que tiverem maior pontuação. No entanto, as campeãs da primeira e segunda fase terão bonificação de um ponto. Da mesma forma será a final, em jogo de ida e volta. Vence o clube que somar maior pontuação.