Priscila Loch
Jaraguá do Sul

Os representantes da Amurel na Divisão Especial de Futebol viajaram com a meta de retornar para casa com mais pontos na tabela, porém, o resultado não foi o esperado. Imbituba (leia mais na matéria abaixo) e Hercílio Luz foram derrotados.
O Leão do Sul encarou o Juventus em Jaraguá do Sul, no Estádio João Marcatto, ontem à tarde. E largou na frente. Fusca marcou em cobrança de falta, logo aos cinco minutos.

Entretanto, o time do técnico Grizzo teve duas baixas seguidas aos 25 minutos. Alessandro foi punido por uma falta violenta na lateral e, como já havia recebido um cartão amarelo, foi expulso. Rodrigo Silva reclamou tanto com o árbitro que também foi mandado para fora.
Depois disso, o time da casa partiu para o ataque, mas fechou o primeiro tempo em desvantagem. O treinador no Hercílio reclamou da arbitragem na ida para o vestiário e, quando retornou, na segunda etapa, também foi expulso.

O Juventus empatou com Faroni, que aproveitou rebote na entrada da área. E virou com Rafinha, que bateu cruzado da esquerda. Para sacramentar a vitória, André Bocão dez o terceiro, também batendo cruzado da esquerda. Lourival ainda marcou mais um, corretamente anulado, nos instantes finais, e logo em seguida, Rafinha foi expulso por entrada violenta.

Imbituba perde a invencibilidade

Fora de casa e em uma partida muito equilibrada, o CFZ Imbituba perdeu no detalhe para a equipe do Porto por 2 a 0. O time do Ninho da Águia mal entrou na área adversária.
Pelo menos em seis oportunidades que o líder da competição levantou na área, o árbitro João Fernandes apitou antecipadamente a falta, antes mesmo da equipe da casa reclamar. As duas equipes mostravam-se bastante surpresas sempre que ouviam o apito.

O primeiro tempo foi de poucas oportunidades para as equipes. O Porto teve uma oportunidade defendida pelo zagueiro Vitor Hugo em cima da linha. E Dudu, para o CFZ, teve duas chances de colocar Alan na cara do gol, mas errou o passe.
Mesmo com a derrota, o CFZ mantém a ponta da tabela, com 12 pontos, ao lado do Juventus, mas com melhor saldo. Para o técnico Joceli do Santos, não há tempo para lamentar. “A nossa zaga jogou bem, mas perdemos no detalhe. Futebol é isso mesmo. Agora, temos que nos preparar para mais um confronto difícil em casa, contra o Videira, que tem atletas muito experientes”, avalia.