Marco Antonio Mendes
Tubarão

Uma semana após a dura derrota para a Malwee e consequente eliminação da Liga Futsal, o clima no ginásio Salgadão começa a mudar. Atletas e comissão técnica da Unisul/Seguridade/Penalty recebem acompanhamento de estudantes do curso de psicologia da universidade para trabalhar a motivação e manter o foco no novo objetivo: o campeonato estadual.
A equipe treinou em Tubarão, mas hoje segue para São Ludgero para conhecer o local do primeiro confronto da nova competição. O jogo contra Asme/Unoesc/São Miguel d’Oeste será amanhã, às 20h30min, no Ginásio Municipal de São Ludgero.

Os ingressos estão à venda na lotérica Ponto da Sorte, por R$ 5,00. Na hora, o valor será de R$ 10,00.
No ano passado, a participação da Unisul na competição foi diferente. Jogou normalmente a primeira fase e conseguiu a classificação para a segunda. Com bastante limitações e tendo que se dividir entre os campeonatos sub-20 e adulto, a equipe, na época comandada por Flavinho Cavalcanti, não conseguiu chegar às semifinais da Divisão Especial (a elite do futsal catarinense).

Coincidentemente, a Unisul estréia no estadual contra a atual equipe do ex-técnico. E, apesar dos tubaronenses começarem a competição, este ano, como um dos favoritos, por conta da participação na Liga Nacional, o goleiro Rapha, que também participou na temporada passada, destaca o nível das equipes catarinenses.

“Não vai ser fácil. Santa Catarina tem os melhores times do país, incluindo aqueles que não participam da liga. Vamos enfrentar Joinville, que não fez uma segunda fase boa na disputa nacional e agora investiu muito na contratação de novos jogadores”, declara.