Artilheiro do time, Zé Carlos pode estar de saída do Tigre.
Artilheiro do time, Zé Carlos pode estar de saída do Tigre.

Criciúma

A crise pintou de vez no Tigre. Após a terceira derrota seguida em uma semana, dois dos principais jogadores foram afastados. O goleiro Andrey e o atacante Zé Carlos foram impedidos de treinar com o restante do grupo, ontem, e não devem continuar no Criciúma. A situação da dupla será reavaliada na próxima segunda-feira.

A opção por deixar Andrey fora do elenco foi tomada para preservá-lo devido às críticas da torcida e da imprensa. “Andrey se sentia perseguido. Por isso tomamos essa decisão. Nossa intenção é preservar o atleta”, justifica o gerente de futebol, Rodrigo Pastana.

O goleiro utilizou o seu perfil no Facebook para desabafar. “Eu não pedi para sair, pois não tenho medo de ninguém, não temo falar a verdade e foi por esse motivo que fui afastado. Por falar a verdade. Todo dono de empresa tem o direito de mandar qualquer funcionário embora, mas tem que arcar com as consequências”, escreveu.

Zé Carlos foi afastado devido a uma entrevista que ele concedeu após a derrota contra o Metropolitano, quando ele criticou o grupo de atletas. O artilheiro tricolor garantiu que, enquanto o gerente de futebol estiver no Criciúma ele não volta a vestir a camisa do clube.

“Quero deixar bem claro que não pedi para ir embora, Pastana é que me mandou. Vou embora de cabeça erguida, por saber que eu fiz o melhor. Já o Rodrigo não fez nada pelo Criciúma. Fui humilhado hoje quando cheguei para treinar”, lamenta Zé Carlos.