Florianópolis

O Hercílio Luz está rindo à toa na Copa Santa Catarina. O Leão do Sul lidera o grupo A com 100% de aproveitamento, além de ter o melhor ataque da competição (11 gols) ao lado do Brusque. E para manter a campanha perfeita, a equipe colorada tem um desafio na Capital. Neste domingo, o adversário é o Figueirense, às 15h, no Orlando Scarpelli.

Como disputa a Série B do Campeonato Brasileiro paralelamente, o time do Estreito tem jogado a Copa Santa Catarina com a equipe sub-20. Mesmo assim, na última rodada venceu o Metropolitano, atual campeão da segundona catarinense. 

“Nós somos profissionais. Não sei o que nos espera, se é sub-20 ou sub-23. É o Figueirense. Um clube grande do Brasil. Não só de Santa Catarina”, afirmou o técnico do Leão do Sul, Edson Vieira.

Desta vez, o centroavante Lima está regularizado tanto na CBF quanto na Federação Catarinense, e poderá fazer a reestreia com a camisa colorada, assim como o meia Júnior Timbó, muito elogiado por Vieira durante a semana. O treinador, porém, deve mandar a campo a mesma equipe que fez 3 a 0 em cima do Fluminense de Joinville, na última quarta-feira.

Mesmo assim, o treinador quer que todos estejam preparados para entrar em campo. 

“No jogo de quarta, quando apagou a luz, eu peguei o Adriel e joguei a isca para alguns jogadores que acharam que não iam jogar. Esse é um recado para o grupo. Todos tem que estar prontos para entrar. O Júnior Gaúcho achou que não ia jogar. O Levi também deve ter achado que não ia jogar. Todos têm que estar preparados”, afirmou o comandante hercilista.

O Leão do Sul deve ir a campo com Tigre; Victor Guilherme, Zé Antônio, Cleiton e Deca; Léo Costa, Rudnei, Vinicius, Valdo Bacabal e Juliano; Conrado.

Para os torcedores hercilistas que quiserem acompanhar o time no Orlando Scarpelli, a entrada será pelo setor E (cadeira descoberta). Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).