Florianópolis

O CFZ Imbituba não conseguiu suportar a força do Figueirense, no Estádio Orlando Scarpelli, ontem à tarde. A Águia do Litoral, comandada pelo técnico Alexandre Pandóssio, bem que tentou, saiu na frente, mas perdeu de virada por 2 a 1.
No primeiro tempo, com muita cautela, o CFZ atacou primeiro com vários cruzamentos na área. O Figueirense bem que tentava, mas não conseguia chegar com perigo ao gol de Adilson. No primeiro lance do time da Amurel, o meia Luan, da Águia, quase abriu o placar, aos dez minutos. Aos 23, o lateral Pitbull cruzou na pequena área e o atacante Alan, de bicicleta, marcou um golaço no canto esquerdo, 1 a 0.

Aos 34 minutos, o Figueirense chegou pela esquerda com o lateral Luan, que chutou cruzado em cima da zaga do Imbituba. A bola ainda sobrou para o meia-atacante Martín, livre, sem goleiro, mas o argentino não alcançou. A partir daí, os cerca de 300 torcedores alvinegros presentes no estádio vaiaram o Figueirense.
Na segunda etapa, em três minutos e duas desatenções, o time do Ninho da Águia tomou a virada. Primeiro em uma saída errada da zaga. Martin aproveitou e empatou aos oito minutos. Depois, aos 11, em cobrança de escanteio, o atacante Raphael desviou, de cabeça e virou, 2 a 1.

Em busca do empate, o CFZ Imbituba foi para cima e chegou a igualar o marcador, mas o assistente, em lance duvidoso, marcou impedimento. “Tivemos algumas desatenções e tomamos a virada. Agora, é trabalhar e pensar na Chapecoense”, ressalta o atacante Alan.
A Águia volta a campo domingo, contra a Chapecoense, no Estádio Emília Mendes Rodrigues, às 16 horas.