Marco Antonio Mendes
Tubarão

Diz o treinador interino do Atlético Tubarão, Edevilson Manoel, que vencer o confronto desta noite será importante para a carreira dos jogadores. Ele assumiu o comando na manhã de ontem, nem teve tempo de conhecer direito os atletas e já embarca nesta manhã para o norte do estado, onde a sua nova equipe enfrenta o Joinville, pela última rodada da Copa Santa Catarina, às 20h30min, na Arena.

Edevilson não tem a pressão de ter que vencer. O Atlético Tubarão joga apenas para cumprir tabela. O discurso de que “esta pode ser a partida da vida deles” tem a possibilidade de ser apenas motivacional, mas de certa forma tem razão.
“Se em toda a competição o time não ganhou uma partida, esta é a hora deles (os jogadores) mostrarem os seus valores. Pelas poucas horas que trabalhamos, pude perceber um ótimo grupo. São jovens com futuro promissor. Será muito bom para eles vencerem nesta rodada, porque vamos jogar contra uma equipe que ainda tem chance de levar o título”, justifica.

A última rodada seria realizada sábado, mas, com as chuvas do fim de semana e as enchentes que assolaram parte de Santa Catarina, os confrontos foram adiados. Além de Joinville e Atlético Tubarão, pelo Grupo B, jogam no Grupo A Brusque e Avaí B.
Com a folga, o Joinville aproveitou para melhorar o condicionamento físico dos jogadores e entrará em campo com alguns desfalques causados por lesões. Ao time de Leandro Campos, caberá vencer os tubaronenses com mais de um gol de diferença, para evitar empate com a Chapecoense em todos os critérios de classificação.
O Atlético Tubarão entrará em campo com a seguinte formação: Cléverson, Maycon, Robson, Vitor, Ranieri, Vitor Hugo, Wilson, Thiago Rossari, Bruno, Julinho e Leandrão.

Volta das categorias de base
Para o próximo ano, o Atlético Tubarão volta a pensar na estrutura das categorias de base. É este o motivo da contratação de Edevilson Manoel. O treinador será o responsável por reestruturar os times juvenis e juniores do clube, além de auxiliar o novo técnico, ainda indefinido (se mantida a parceria com o Clube de Futebol Zico, o comandante virá do Rio de Janeiro).

“Criado” nas categorias de base do Criciúma, Edevilson participou de três temporadas no Tigre. Passou pelo Tubarão Futebol Clube, em 1994. Foi no ano passado que começou o trabalho com as bases do Atlético.
“Auxiliei Joceli dos Santos no acesso do time ano passado e já comandava os times de base. Este trabalho foi interrompido em 2008 e agora queremos retomar. Sabemos o quanto é importante”, acrescenta o treinador interino.