Marco Antonio Mendes
Tubarão

A despedida do Atlético Tubarão da Copa Santa Catarina foi exatamente como começou: sem nenhum ponto. Foram quatro derrotas, 14 gols sofridos e apenas cinco a favor. Os dirigentes defendem a idéia de que esta participação foi válida porque serviu de laboratório ao Estadual, que inicia em janeiro.

Pois bem, nesta sexta-feira à noite, o Atlético Tubarão sofreu uma goleada de 5 a 1 do Joinville, na casa dos adversários, com um pequeno público de torcedores. Para o primeiro jogo das finais, enfrentam-se Brusque, vencedor do Grupo A, e Joinville, do Grupo B, que precisava vencer com dois gols de diferença para não empatar em todos os critérios do regulamento da competição.

O primeiro jogo será neste domingo, em Brusque. A grande final, que rende vaga na Série D do Brasileiro de 2009 ao vencedor, será terça-feira, em Joinville.
O primeiro gol dos donos da casa veio aos sete minutos da etapa inicial. Por causa de um pênalti cometido por Maycon, do Atlético Tubarão, Lima abriu o placar. Minutos depois, aos 19, Lima, novamente, ampliou para os joinvilenses.

Os jogadores do time do norte continuaram a pressionar e estiveram praticamente todo o primeiro tempo na frente. Mas, por uma bobeira da defesa do Joinville, Rodriguinho marcou o primeiro do Atlético Tubarão, aos 34 minutos. Sem muito tempo para comemorar, os tubaronenses viram os donos da casa fazerem o seu terceiro com um gol de Marcelo Silva, após um cruzamento de Rogério. O primeiro tempo terminou sem acréscimos.

Sem chance ao Atlético

Logo nos três primeiros minutos da etapa final, Marcelo Silva, mais uma vez, mostrava que a noite era dos joinvilenses ao marcar o quarto. O Atlético Tubarão até melhorou o desempenho em campo, mas sem apresentar grande perigo.
Sem dar chance aos tubaronenses, nos 34 minutos do segundo tempo, Lima, que abriu o placar no início do jogo, fez o quinto, sagrando a classificação do tricolor.
“A gente sabia que não seria fácil, mas o importante foi que a gente se preparou para o Catarinense. Tenho certeza que no Estadual seremos melhor”, acredita o capitão Wilsão.