Marco Antonio Mendes
Tubarão

A montagem de um time às pressas, alguns dias antes da estréia na Copa Santa Catarina, refletiu no resultado do placar entre Atlético Tubarão e Chapecoense: 3 a 1. O confronto, que foi o primeiro depois de sete meses para o time tubaronense, foi realizado no oeste do estado.

Com a vitória, a Chapecoense é líder do Grupo B com quatro pontos. O primeiro jogo foi contra Joinville e as duas equipes empataram. O Atlético está em terceiro lugar da sua chave. Pelo grupo A, o Metropolitano e o Avaí empataram em 1 a 1. Na próxima rodada, quarta-feira, às 20h30min, os tubaronenses jogarão em casa, contra o Joinville.

O jogo, em Chapecó, começou bastante movimentado e as duas equipes mostravam bastante qualidade, principalmente nos passes. Foi a Chapecoense que abriu o placar, aos 10 minutos, quando Kanu, sem marcação, marcou depois de um cruzamento de Éder.

O mesmo Éder, que ajudou na finalização anterior, marcou o segundo para os donos da casa, ao receber o passe de Dinei. O primeiro tempo da partida terminou em 2 a 1.
No segundo período, o Atlético Tubarão voltou um pouco melhor, mas não o suficiente para pressionar os adversários. Logo aos oito minutos, Dinei cobrou um pênalti e acertou o canto direito do goleiro Vinícius.

A falta de preparação física dos tubaronenses começou a dar sinais por volta dos 28 minutos do tempo final, mas mesmo assim, o time conseguiu segurar as outras oportunidades dos chapecoenses.

O único gol dos visitantes foi marcado aos 42 minutos, em uma cobrança de pênalti, marcada por Thiago Coimbra, que, como era de se esperar, foi motivo de curiosidade entre os torcedores do time da casa por ser o filho de Zico.