O Criciúma recebeu o  Guaratinguetá e venceu de goleada  -  Foto:Fernando Ribeiro/Criciúma E.C/Notisul
O Criciúma recebeu o Guaratinguetá e venceu de goleada - Foto:Fernando Ribeiro/Criciúma E.C/Notisul

 

Criciúma
 
Os três representantes catarinenses na Série B do Campeonato Brasileiro conquistaram resultados bastante distintos na rodada de abertura da competição. Teve vitória, empate e derrota.
 
O Criciúma venceu o Guaratinguetá de goleada (4 a 1), o Avaí empatou com o Boa-MG (2 a 2) e o Joinville foi derrotado pelo Atlético-PR (1 a 4). Apenas o time da capital jogou fora de casa. Todas as três partidas ocorreram sábado.
 
Em Criciúma, a vitória começou a ser construída logo aos quatro minutos. Em bela jogada individual pela esquerda, Lucca finalizou bem para abrir o placar. Aos 15 minutos, o atacante Zé Carlos aproveitou ótimo passe do estreante lateral direito Ezequiel e mandou para o fundo das redes. Na reta final da primeira etapa, aos 44 minutos, Fabinho descontou para o time visitante.
 
Na segunda etapa, melhor no jogo, o Tigre ampliou o placar. Aos 24 minutos, Lucca, em jogada de velocidade, mandou para o gol. Já nos acréscimos, a equipe da casa voltou a marcar e fechar a goleada. Em bola cruzada na área, Zé Carlos, de cabeça, fez o quarto gol criciumense.

Avaí conquista o primeiro ponto
O Avaí começou a sua caminhada na Série B do Campeonato Brasileiro com um empate com o Boa Esporte, em Varginha, em 2 a 2. Os quatro gols foram marcados em pouco mais de 15 minutos, todos no segundo tempo.

Aos 32, o craque do Campeonato Catarinense, Cleber Santana, abriu o placar, em bela jogada, após receber passe de Renato Santos. Três minutos depois, Radamés empatou em bela cobrança de falta.

Quando o jogo ia para o fim, aos 44, Marcelo virou para o Boa. A torcida da casa comemorava os três pontos, quando Pirão novamente empatou a partida e garantiu o primeiro ponto para o Avaí na Segundona.

A equipe terá um desfalque pelos próximos 30 dias. Esse é o tempo que o volante Bruno deverá ficar fora. Ele fraturou a mandíbula direita em um choque com um jogador do Boa Esporte, quase no fim do jogo de sábado.

“Precisamos entrar nos moldes”
Os jogadores do Joinville até lutaram, mas não conseguiram evitar a derrota para o Atlético-PR. Após o apito final do árbitro Ricardo Marques Ribeiro, o meia Ricardinho reconheceu que a equipe precisa adaptar-se ao estilo da competição.

“Nosso time é de qualidade. Mas temos que saber que agora é Série B, outro campeonato, totalmente diferente do que vínhamos disputando. Precisamos entrar nos moldes. Tenho certeza que com o trabalho do dia a dia vamos desenvolver essas características e crescer na competição”, avaliou o capitão.

A partida teve um público de 13.350 torcedores na Arena Joinville, com renda de R$ 202.040,00. “Os torcedores foram fantásticos, apoiando a todo o momento. Agora, temos que trabalhar para dar alegria a eles nos próximos jogos. Tenho certeza que as coisas vão melhorar”, destacou o goleiro Ivan.