Rafael Andrade

Criciúma

Deu tudo errado para o Hercílio Luz na noite desta quarta-feira (27). A vitória seria fundamental para as pretensões do clube no Campeonato Catarinense, mas o confronto, atrasado da nona rodada, disputado no Estádio Heriberto Hülse, acabou com os três pontos para a equipe da casa. O Criciúma venceu, de virada, por 3 a 1. O próximo compromisso do Leão do Sul será no domingo de Carnaval, contra o Brusque, mais uma vez longe de Tubarão. Já o Tigre irá jogar neste sábado, contra o Marcílio Dias, mais uma vez no Majestoso.

O gol do time visitante foi marcado aos 26 minutos da etapa inicial, de peito, do meia-atacante Romário, que recebeu belo cruzamento do lateral-direito Victor Guilherme, um dos melhores em campo pelo lado leonino. O primeiro tempo ainda teve outras oportunidades de ambos os grupos, mas terminou na vitória parcial do Hercílio. 

O técnico Canindé, em seu segundo confronto à frente do Leão, até armou a equipe de maneira consistente, e com um contra-ataque rápido, mas quem retornou do intervalo com fome de gol e procurando mais o ataque foi o Criciúma, que chegou à igualdade no marcador com o craque Daniel Costa, camisa 10 e o homem das bolas paradas do Tigre. Ele bateu pênalti – cometido por Deca – com categoria logo aos quatro minutos. 

O Hercílio tentou sair mais para o ataque, mas esbarrava na defesa bem armada montada pelo técnico Doriva, que logo mexeu no time e colocou seus jogadores para pressão na tentativa da virada, que veio aos 26 minutos, após contra-ataque e um erro de marcação dos zagueiros colorados. Reis, camisa 7, brecou na ponta direita de ataque da grande área e bateu, colocado e no cantinho direito do goleiro hercilista, fazendo a festa dos quase 2,8 mil torcedores presentes ao Majestoso. 

O Leão melhorou com a entrada de Juliano e outras peças, chegou a cabecear uma bola na trave, mas o gol de empate não veio. Aos 38 veio o tiro de misericórdia. Mais um pênalti a favor do Criciúma, cobrado aos 39 pelo habilidoso Daniel Costa, deslocando o arqueiro Tigre e decretando números finais ao clássico do Sul do Estado: 3 a 1 para os donos da casa. Com o placar, o Tricolor Carvoeiro pulou para a quinta posição na tabela, e agora respira com tranquilidade longe da zona do rebaixamento, e já mira o G4. A partida contra o Marinheiro, de Itajaí, neste fim de semana, vale ‘seis pontos’ para os dois, já que brigam pela possível última vaga à semifinal do Catarinense, já que os três primeiros: Avaí, Figueirense e Chapecoense já conseguiram uma vantagem que se pode dizer confortável na tabela, mas não somente na classificação, como também no futebol apresentado nas quatro linhas, mostrando mais força técnica e tática. Ao Leão, só a vitória interessa na próxima rodada, já que vê seus adversários diretos ao descenso se aproximarem: Atlético Tubarão e Metropolitano.